Holofotes

Após 35 anos, Paulo Miklos anuncia saída do grupo Titãs

Miklos integrava o Titãs desde 1981 - foto: reprodução

Miklos integrava o Titãs desde 1981 – foto: reprodução

Membro da primeira formação dos Titãs, que começou a se apresentar com esse nome em 1981, Paulo Miklos anunciou nesta segunda-feira (11) seu desligamento da banda.

A decisão pela saída foi uma opção pessoal do músico, que deve se dedicar a projetos individuais, segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do grupo.

Desde o início dos anos 2000, Miklos concilia os shows e gravações da banda com a carreira de ator e apresentador. Ele já trabalhou em sete filmes e fez mais de 15 participações na TV.

Um dos mais importantes nomes do rock brasileiros, os Titãs tinham em sua formação original, além do músico, outros oito membros. Desde então, deixaram o grupo Ciro Pessoa, André Jung, Arnaldo Antunes, Nando Reis, Charles Gavin e Marcelo Fromer, que morreu em 2001.

“Branco Mello, Sergio Britto e Tony Bellotto prosseguem como Titãs, com o apoio da gravadora Som Livre e de seu imenso público, honrando compromissos assumidos e outros que venham a surgir, fazendo shows com as canções que imortalizaram o grupo e criando novas músicas e projetos”, diz a banda, em nota.

O guitarrista e apresentador de TV Beto Lee, filho da cantora Rita Lee, se junta ao baterista Mário Fabre na dupla de músicos de apoio que acompanham os integrantes principais.

O último álbum de estúdio dos Titãs, “Nheengatu”, saiu em 2014. No ano passado, o grupo lançou CD e DVD com registros da turnê do disco.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir