Cultura

Aos 93 anos, morre ator Christopher Lee, eternizado como o conde Drácula

Lee se imortalizou no papel do conde Drácula, em nove filmes

Lee se imortalizou no papel do conde Drácula, em nove filmes

O ator Christopher Lee morreu aos 93 anos, no domingo (7), em decorrência de uma parada cardíaca. Ele estava hospitalizado em Londres devido a problemas respiratórios.

Lee se imortalizou no papel do conde Drácula, em nove filmes. Nas últimas décadas, deu vida a Saruman, na saga “O Senhor dos Anéis”, e recebeu o título de cavaleiro pela coroa britânica, em 2009.

Tornou-se figura frequente em filmes de terror, mas nenhum personagem seria tão famoso como o vampiro inspirado na literatura de Bram Stoker. Em entrevista à revista ‘Total Film’, em 2005, ele disse que por vezes não ficava satisfeito com o papel. “Eles não me deixavam fazer nada. Pedia para usar algumas frases que Bram Stoker tinha escrito. Às vezes, acabava colocando alguma no meio das falas”.

Nos anos 1970, Lee rodou ‘O Homem de Palha’ -que, segundo o ‘The Guardian’, considerava o seu melhor filme- e o vilão de “007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro” -este, o seu maior arrependimento, ainda de acordo com o jornal britânico.

Recentemente, trabalhou com Tim Burton em ‘A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça’ e em ‘A Fantástica Fábrica de Chocolates’. Também atuou em ‘Star Wars Episódio 2 – O Ataque dos Clones’. Deixa um filme póstumo, ‘Angels in Notting Hill’.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir