Cultura

Aos 52 anos, Chris Cornell comete suicídio em hotel

 

Chris Cornell teve problemas com álcool e outras drogas durante a carreira – Reprodução

Chris Cornell, conhecido vocalista das bandas Soundgarden e Audioslave, morreu na noite de quarta (17), em Detroit (EUA), aos 52 anos. O médico legista que analisou o corpo do artista confirmou na quinta (18) aquilo de que a polícia já suspeitava: Cornell cometeu suicídio.

Segundo o porta-voz da polícia de Detroit, Michael Woody, um amigo ligou para a emergência ao encontrar o músico desacordado em um quarto de hotel. Quando a equipe médica chegou ao local, Cornell já estava morto.

Segundo a agência de notícias “Associated Press”, a polícia afirma que o amigo teve de forçar a porta do quarto do músico. Ao entrar, encontrou-o morto, com uma faixa ao redor do pescoço.

Chris Cornell teve problemas com álcool e outras drogas durante a carreira. Em 2003, ao passar por um tratamento de reabilitação, disse que gostava daquele processo de cura. “É como uma escola, é interessante. Estou vendo que posso aprender aos 38 anos.”

Neste mês, o grupo Soundgarden tinha shows marcados em diversas cidades dos EUA – Reprodução

Cornell tornou-se um ícone do grunge com a banda Soundgarden, formada em Seattle, sua cidade natal, nos anos 1980. O grupo ganhou destaque no início da década de 1990, ao lado de bandas como Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam.

Após uma pausa com o Soundgarden, ele alternou carreira solo e outros projetos. Em 2001, juntou-se aos ex-integrantes do Rage Against the Machine –Tom Morello, Brad Wilk e Tim Commerford– e formou o Audio- slave. A banda lançou três álbuns e se manteve até 2007.

De 2010 para cá, o Soundgarden estava reunido novamente para trabalhos e turnês. Neste mês, o grupo tinha shows marcados em diversas cidades dos EUA.

Brasil

A última passagem do músico pelo Brasil foi em dezembro do ano passado, em turnê solo, após shows em 2007, no Citibank Hall, em 2011, no SWU, em 2013, no Festival Best of Blues, e em 2014, ao lado do Soundgarden, no Lollapalooza.

Em março deste ano, ele divulgou um novo single solo, “The Promise”.
Ele deixa a mulher, Vicky Karayiannis, e os filhos Lillian, 16, Toni, 12, e Christopher, 11. Em nota, a família e a equipe do músico agradeceram aos fãs pelo amor e pela lealdade, além de pedir em privacidade e respeito.

Folhapress

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top