Holofotes

Aos 50 anos, Mike Tyson troca os ringues pelos palcos

O show é mais um capítulo na tentativa de faturar com sua história - reprodução

O show é mais um capítulo na tentativa de faturar com sua história – reprodução

Um palco mal iluminado, um banquinho e um telão ao fundo. Pode parecer um show de algum cantor intimista, mas quem se apresenta é Mike Tyson.

O lutador, que completa 50 anos nesta quinta-feira (30), tem se dedicado a uma apresentação chamada de “Mike Tyson Undisputed Truth”, na qual conta sua história em uma parceria com o premiado diretor de cinema Spike Lee.

No lugar de tentar reescrever seu passado polêmico, o lutador preferiu abraçá-lo. “Não se preocupem, vocês vão sair daqui com as duas orelhas inteiras”, afirmou Tyson ao abrir um show que fez em Nova York em 2012, em referência à polêmica luta com Evander Holyfield, na qual arrancou um pedaço da orelha do adversário.

Sem tentar passar uma imagem de quem está se desculpando, Tyson conta durante a apresentação sua versão sobre controvérsias como ser preso por estupro em 1992, no auge da carreira, a infância difícil, o vício em drogas e a própria luta com Holyfield.

O show é mais um capítulo na tentativa de faturar com sua história. O lutador, que em 2003 admitiu estar falido, lançou em 2013 uma biografia com o mesmo nome da apresentação e também virou um documentário exibido pela HBO.

Tyson também tem usado sua imagem para ganhar dinheiro nos cinemas. Sua participação mais marcante foi nos dois primeiros filmes da saga “Se Beber, Não Case”, na qual quer que os protagonistas devolvam um de seus tigres.

Mas essa não foi a única aparição do ex-lutador nas telonas. Como ele mesmo ou interpretando personagens pouco relevantes, esteve em “Entourage: Fama e Amizades”, “Rocky Balboa” e “Todo Mundo em Pânico”.

O lutador, que tem residência na cidade de Seven Hills, próximo a Las Vegas, também deverá participar de “Kickboxer: Retaliation”, o segundo filme de uma trilogia remake de “O Desafio do Dragão” (1989), que contava com Jean-Claude Van Damme, e que também terá Ronaldinho Gaúcho no elenco.

A maior surpresa talvez tenha sido o lutador ser protagonista de um desenho animado chamado “Mike Tyson Mysteries”, no qual ele desvenda casos no melhor estilo “Scooby Doo”.
Ele também estrela o documentário “Nine Legends”, lançado neste ano, sobre sua passagem pela WWE (organização de luta-livre dos EUA).

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir