Sem categoria

Ao tentar defender irmã de agressão, pintor é golpeado a terçado pelo cunhado e morre no Platão Araújo

A vítima ainda foi socorria e levada ao HPS Platão Araújo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu - fotos: Arthur Castro e reprodução

A vítima ainda foi socorria e levada ao HPS Platão Araújo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu – fotos: Arthur Castro e reprodução

O pintor Aldair Viana de Siqueira, 25, morreu no início da manhã deste domingo (28), no Hospital-Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste, após ser atingido com um golpe terçado, pelo próprio cunhado, identificado como Marcilio Egos, que está foragido.

O crime ocorreu por volta das 4h de hoje, em uma residência localizada na rua Curupira, colônia Terra Nova 2, Zona Norte de Manaus.

De acordo com a polícia, o pintor foi morto ao tentar impedir que a irmã dele, identificada Tatira Patrícia, 23, fosse agredida pelo companheiro.

Conforme relatos da família da vítima à polícia, Patrícia morava com o esposo no mesmo terreno onde fica a casa do irmão e durante a madrugada de hoje ouviram gritos de pedido de socorro da jovem. O pintor, com a intenção de ajudar a irmã, foi ao local.

Quando entrou no imóvel e viu que a irmã estava sendo agredida pelo marido, a vítima travou uma luta corporal com o suspeito, porém, durante a briga, foi atingido com um golpe de terçado no peito.

Após cometer o crime, o suspeito fugiu do local. A vítima ainda foi socorria e levada ao HPS Platão Araújo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Até o momento, o autor do crime não foi localizado.

Por Mara Magalhães
Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir