Esportes

Antes de jogar no Palmeiras, Jesus tentou São Paulo, Corinthians e Portuguesa

A despeito de suas diferenças, os atacantes Gabriel Jesus, do Palmeiras, e Vagner Love, do Corinthians, que duelam no clássico deste domingo no Allianz Parque, têm um ponto em comum: ambos têm passagem pelos dois arquirrivais.

A história de Love é conhecida. Menos divulgada é a breve passagem de Gabriel pelo time alvinegro.

Antes de chegar ao Anhanguera, time que antecedeu o Palmeiras em sua carreira, o jovem jogador participou de peneiras (seletivas de jogadores considerados promissores) no São Paulo, no Corinthians e na Portuguesa, em 2011, quando ele tinha 14 anos.

No São Paulo, ele ouviu que o clube não tinha mais vagas no alojamento e, por isso, não seria aproveitado.

Na Portuguesa, ele não foi aprovado em uma peneira que tinha um grande número de participantes.

No Corinthians, ele ficou cerca de um mês treinando no clube, para ser avaliado. Diante da demora de uma resposta definitiva, sua mãe, Vera Lúcia, decidiu tirá-lo do clube para que não perdesse aulas na escola.

O próprio jogador confirma o mês que passou na casa do adversário deste domingo e se disse feliz pelo desenrolar da história.

“Naquela época, infelizmente, não aconteceu. Mas acabou que tudo deu certo, o Palmeiras abriu as portas para mim e estou focado e satisfeito aqui. Foi melhor assim”, explica o jogador.
Bruno Petri, seu treinador nas categorias de base do Palmeiras, aponta o mérito do clube ao recrutar a hoje principal aposta do time.

“Ele participou dessas peneiras [no Corinthians, Portuguesa e São Paulo] ainda bem novo. Nesse caso, cabe valorizar o olho clínico do Palmeiras, que apostou no jogador”, analisa.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir