Cultura

Ancine promove oficina para discutir edital de audiovisual em Manaus

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) realiza na quarta-feira (3), em Manaus, oficina para discutir o Edital Prêmio Manaus de Audiovisual 2016, lançado pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e o Fundo Setorial de Audiovisual (FSA) da Ancine. O encontro ocorrerá às 18h, no Les Artistes Café Teatro, na avenida Sete de Setembro, Centro Histórico de Manaus, e será voltado para artistas, diretores, produtores e público interessado em concorrer ao edital.


Durante a oficina, a assessora da Secretaria de Políticas de Financiamento da Ancine, Maria Cláudia Couto Cabral, esclarecerá as dúvidas dos participantes quanto o regulamento previsto em edital, como os parâmetros para contratação e contrapartida dos projetos contemplados pelo FSA.

Até oito projetos em audiovisual poderão ser contemplados pelo Edital nº 002/2016, publicado na edição 3.919, do Diário Oficial do Município (DOM), no dia 29 de junho. O prêmio prevê o investimento de R$ 900 mil para a produção de telefilme, obra seriada e curta metragem (ficção, animação e documentário).

Desse total, cinco projetos serão contemplados com recurso do FSA: telecine (1), obra seriada (1), curta metragem ficção (2) e curta metragem animação (1). Outros três serão contemplados pela Manauscult: curta-metragem animação (1) e curta-metragem documentário (2).

Os que forem contemplados pelo financiamento da Manauscult obedecerão às regras estabelecidas no Termo de Concessão de Apoio Financeiro a ser firmado entre o proponente e a Fundação.

Já os do FSA obedecerão às normas do Fundo para contratação de investimentos, seguindo Regulamento Geral do Programa de Apoio ao Audiovisual Brasileiro (Prodav). Os valores individuais são de R$ 100 mil e R$ 150 mil, de acordo com o projeto.

Seleção e contrapartida

As propostas deverão ser entregues no prazo de 45 dias a contar da publicação do Edital, no protocolo da Manauscult, localizado na avenida André Araújo, 2.767, Aleixo, das 8h às 14h, encadernados, envelopados e identificados. Todos os critérios exigidos estão especificados no edital.

As avaliações serão feitas em três etapas. Na primeira, caberá a uma Comissão Técnica, designada pelo diretor-presidente da Manauscult, analisar, aprovar e selecionar a documentação das propostas. Num segundo momento, os projetos habilitados na primeira fase serão submetidos à Comissão de seleção composta por três membros: um representante da Manauscult e dois diretores de cinema ou profissionais com notório conhecimento na área de audiovisual. Pelo edital, cada proponente é responsável por acompanhar a divulgação dos resultados. O resultado final também será divulgado no DOM.

No caso dos proponentes contemplados no Edital financiados pela Manauscult, além de concluírem seu projeto, deverão oferecer duas oficinas como contrapartida. Os do FSA deverão obedecer aos critérios disponíveis no Anexo IV, que dispõe sobre os Parâmetros para a Contratação com o FSA.

O edital, bem como os anexos, está disponível para consulta no site da Manauscult, banner Editais 2016.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir