Eleições

Amazonino Mendes é eleito governador do Amazonas

Amazonino Mendes após votar em segundo turno -Foto: Ione Moreno

O candidato às eleições suplementares do Amazonas, Amazonino Mendes (PTB), 77, foi eleito neste domingo (27) governador do Estado. Com 99,73% das urnas apuradas, ele tem  59,26% dos votos válidos, contra 40,74% dos votos do adversário, atual senador da República Eduardo Braga (PMDB). Com a vitória, Amazonino volta a exercer cargo público, após quase cinco anos ausente da política, sendo o único governador, eleito quatro vezes por voto direto no Amazonas.

De acordo com os dados do TRE, até o momento votos brancos somam 4,07%, o que corresponde a 70.390 votos, já votos nulos, somam 19,77%, o que corresponde a 342.183.

O resultado confirma as indicações de pesquisas de intenção de voto e o resultado do primeiro turno, quando Amazonino teve 38,77% dos votos válidos, ou seja 577.397 votos, contra 25,36% de Eduardo Braga, que obteve 377.680 votos.

A eleição suplementar no Amazonas, ocorreu após a confirmação da cassação do então governador José Melo (Pros) e seu vice Henrique Oliveira (Solidariedade), por compra de votos, em maio passado. O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, David Almeida (PSD), comanda o estado interinamente, até a posse do governador eleito.

Campanha

Amazonino Mendes focou a campanha em dois itens fundamentais: arrumar a casa e planejar uma saída para o futuro. De acordo com o governador eleito, arrumar a casa é dar prioridade à áreas que enfrentam dificuldades no Estado, como Saúde, Segurança e Educação, além de garantir tranquilidade ao servidor estadual. Durante a campanha, o governador não confirmou a construção de grandes obras, mas disse que vai priorizar o funcionamento dos órgãos que já existem.

Ao votar na manhã deste domingo, acompanhado do candidato a vice-governador, Bosco Saraiva (PSDB) e do deputado federal Hissa Abrahão (PDT), Amazonino agradeceu ao eleitor amazonense o apoio que recebeu durante toda a campanha. “Agradeço a forma com que o povo me acolheu depois de tanto tempo. Isso é de um valor imensurável, não dá para medir, explicar, o sentimento que me invade, alegria inaudita que o povo me confere. Isso aumenta o meu compromisso ainda mais”.

Biografia

Amazonino é formado em direito e, antes de entrar para vida pública, foi diretor-auxiliar do extinto Departamento de Estradas e Rodagem DER-AM e chefe do Serviço de Transportes Rodoviários do Departamento de Estradas e Rodagem, na década de 80. Foi prefeito de Manaus de 1983 a 1986; de 1993 a 1994; e de 2009 a 2012. Ocupou o cargo de governador do Amazonas, de 1987 a 1990; de 1995 a 1998; e de 1999 a 2002. Ele tem como vice o deputado estadual Bôsco Saraiva.

Entrevista Coletiva:

Por volta das 19h30, o governador eleito vai conceder uma entrevista coletiva sobre o resultado da Eleição Suplementar 2017. A coletiva ocorrerá na sede do Comitê Central de campanha, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Gláucia Chair
EM TEMPO

Leia mais:

Prefeito diz que novo governador terá que conquistar eleitores que votaram nulo ou branco

‘Deixo as contas equilibradas para novo governador’, diz David Almeida durante votação

‘Se eleito, romperei contrato com Umanizzare’, confirma Eduardo Braga

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir