Sem categoria

Amazonenses vão pagar mais por energia elétrica a partir de agosto

O preço da energia elétrica vai pesar ainda mais no bolso do consumidor amazonense a partir deste sábado, 1º de agosto, quando as chamadas ‘bandeiras tarifarias’ passam a valer.

A informação é do presidente da Eletrobrás Amazonas Energia, Antônio Carlos Faria de Paiva, segundo quem o sistema de tarifação de energia será uma forma de sinalizar ao consumidor as condições de geração de energia do país.

As bandeiras serão divididas em cores: verde – que representa que as condições para geração de energia foram favoráveis e não haverá acréscimos na conta; amarela – representando que haverá um acréscimo de R$ 2,50 por kWh, que será cobrado proporcionalmente ao consumo; e vermelha, indicando que o custo adicional cobrado passará a ser proporcional ao consumo e custará R$ 5,50 por 100 kWh.

Ainda de acordo com Antônio Carlos, as bandeiras são uma forma diferente de apresentar um custo que já está na conta de energia, mas geralmente passa despercebida.

“Todo dia 1º de novembro há um reajuste nas na conta de energia, ou seja, as bandeiras farão com que fique explicito o que está sendo cobrado”, afirmou.

Antônio Carlos lembra que a implantação das bandeiras deveria ter sido feita há três meses. “Por entendermos que o Amazonas não desfrutava do pleno da distribuição de energia, enviamos uma solicitação à Aneel para que eles reconsiderassem, mas a própria Aneel considera correta as bandeiras tarifarias”, ponderou.

O presidente ressaltou que a implantação das bandeiras não é uma questão política, mas sim uma questão técnica.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir