Sem categoria

Amazonense assina com novo evento de MMA

Lutador Sergio Alves foi tricampeão mundial de jiu-jitsu e primeiro amazonense a conquistar o Pan-Americano - foto - divulgação

Lutador Sergio Alves foi tricampeão mundial de jiu-jitsu e primeiro amazonense a conquistar o Pan-Americano – foto – divulgação

O amazonense Sergio Alves, de 27 anos, é o mais novo lutador do novo evento de MMA Extreme Warriors. O atleta faz sua estreia no MMA depois de ter se consagrado como lutador de jiu-jitsu levando a bandeira do Amazonas ao redor do mundo. 

Representante da academia Sergio Alves de jiu-jitsu, localizada no bairro Japiim, Zona Sul de Manaus, o lutador já pode ser considerado um dos grandes nomes do grupo de seletos do esporte no Estado. Os recentes resultados fazem de Alves uma das grandes referências do público local no mundo do MMA, a exemplo dos conterrâneos de Manacapuru (município a 84 quilômetros da capital), Dileno Lopes e Ronys Torres.

Apesar do peso de lutar em uma organização diferente, ele foca em outras formas de luta para se aperfeiçoar na organização. “É a minha estreia no MMA, tendo essa visibilidade de ser um evento internacional. O Extreme Warrions é um evento que é novo, mas que veio do antigo Extreme Fight México, que acontece na Cidade do México e agora renovaram, pois a cada ano os caras estão criando um evento novo”, disse.

Quando perguntado sobre enfrentar um lutador da casa, Alves diz que não sente a pressão e completou. “O evento vai ser desafio de Brasil contra México, então a torcida vai estar toda do contra, mas, como falei antes, já estou acostumado a lutar fora de casa. A única diferença é que desta vez é pegando porrada na cara”, brincou.

Sergio Alves é conhecido pelo seu tricampeonato mundial nos anos de 2013,2014 e 2015 no jiu-jitsu e o seu triunfo no Pan-Americano profissional, em 2013, que lhe rendeu a fama de primeiro amazonense a conquistar um título na modalidade. “O Pan Americano profissional aconteceu em Fortaleza-CE, em outubro de 2013. Onde pude fazer 3 lutas duras, enfrentando o atleta da casa, Lucio Galo, na final. Onde consegui obter a finalização aos 3:45min. Os Títulos Mundiais disputei em 2013 na cidade de Niterói-RJ, 2014 Teresópolis-RJ, e em 2015 no Rio de Janeiro, capital. Todos pela confederação Olímpica e Profissional de Jiu-Jitsu onde tive o prazer de lutar com vários atletas de pontas do Brasil e do mundo”, lembra.

 

Patrocínios

Sergio comentou sobre a dificuldade de conseguir patrocínio. Porem destacou a perseverança de toda sua equipe para correr atrás da renda necessária. “Tenho tido suporte da JPJ Design que me ajuda na parte de divulgação e Marketing. A ARV Engenharia que sempre me auxilia financeiramente nas competições e viagens. Drogaria São Lucas que me dá suporte na parte de medicamentos, Manaus Ferramentas que me auxilia nas inscrições de campeonatos. E a Diretoria da Caloi que me auxilia com Quimonos e inscrição de competições fora de Manaus”, relata.

 

Por Redação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir