Fonte: OpenWeather

    Paralisação


    Ônibus voltam a circular após duas horas de paralisação em Manaus

    Os motoristas pararam os ônibus no Terminal 1 e nas principais ruas do Centro da cidade. Milhares de pessoas foram prejudicadas

    Sem ônibus mais uma vez! Rodoviários param 50% da frota na área central de Manaus | Autor: TV Em Tempo

    Manaus - Após uma negociação com a Policia Militar, os rodoviários finalizaram a paralisação no Centro de Manaus. O ato durou mais duas horas e prejudicou milhares usuários do transporte coletivo.

    Sem ônibus mais uma vez! Rodoviários param 50% da frota na área central de Manaus | Autor: TV Em Tempo

    Ônibus paralisaram no Terminal de Integração (T1), na avenida Constantino Nery, na Zona Sul de Manaus, na tarde desta quinta-feira (12),  e nas principais ruas do Centro da capital amazonense.

    Leia também: Em paralisação surpresa, rodoviários abandonam ônibus no Terminal 1

    De acordo com o presidente Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário em Manaus (STTRM) , Givancir Oliveira, o motivo da paralisação foi devido ao descumprimento do acordo entre as empresas e os trabalhadores. Segundo ele, os empresários pagaram somente 50% do valor do salário mensal, que estava atrasado há 10 dias.

    Milhares de pessoas foram prejudicadas
    Milhares de pessoas foram prejudicadas | Foto: Márcio Melo

    Prefeitura

    O prefeito Arthur Neto condenou mais uma vez a paralisação dos rodoviários. Segundo ele, a atitude traz prejuízos para todos, tanto para a população, como para os próprios trabalhadores rodoviários. “Está cansando e é muito duro aturar isso, espero que se manquem. É um comportamento que não se casa com a atitude”, desabafou. 

    “Eles sabem das dificuldades do sistema, mas fazem isso não sei com que objetivo. Cada vez que paralisam, menos recursos entram no sistema e põem em perigo os empregos. É um raciocínio que não entendo. Aqueles que aderiram aquela greve, hoje estão pagando horas trabalhando, que vitória é essa?! ”, argumentou o prefeito. 

    Conforme Arthur, os rodoviários acabaram perdendo 1% a menos do que foi proposto na última greve, ocorrida no mês de maio. “Na minha mesa eles tinha uma proposta de 6,5%, e no fim das contas aceitaram outra proposta menor de 5,5%. A categoria deles foi levada a derrota. Se acham que paralisar a cidade foi bom, é só perguntar dos manauaras o que acharam daquilo”, finalizou.

    Conforme o Sinetram, 250 ônibus foram paralisados
    Conforme o Sinetram, 250 ônibus foram paralisados | Foto: Márcio Melo

    Sinetram 

    Em nota, o Sinetram informou que os motoristas paralisaram 250 ônibus ao longo do Terminal 1, na avenida Constantino Nery, no Centro, e nas ruas adjacentes.

    Conforme a nota, o Sinetram nem as empresas foram notificados sobre o movimento. As empresas ainda estão calculando o número de pessoas prejudicadas.

    Durante a paralisação, dois ônibus, sendo um da empresa Via Verde e outro da empresa Eucatur foram depredados.

    Os ônibus voltam a circular após duas horas
    Os ônibus voltam a circular após duas horas | Foto: Márcio Melo

    Reunião 

    O Sinetram informou ainda que, na manhã quinta-feira (12), se reuniu com representantes do Sindicato dos Rodoviários na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) para tratar do pagamento do salário da categoria. As empresas pagaram 50% do salário hoje, e o restante ficou acertado para a próxima terça-feira, 17.

    “As empresas efetuaram o pagamento da metade do salário hoje e ajustaram o pagamento para a próxima terça. As empresas estão buscando o reestabelecimento de fluxo de caixa suficiente para que todos os compromissos sejam quitados”, informa o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

    Leia mais: 

    Rodoviários abandonam ônibus e paralisam 100% da frota em Manaus

    Na próxima semana, Manaus terá nova paralisação de ônibus

    Em paralisação surpresa, rodoviários abandonam ônibus no Terminal 1