Sem categoria

Amazonas Terra da Gente: GRN lança projeto que reafirma compromisso com o Estado

O objetivo do movimento é resgatar a autoestima dos filhos da terra e de quem habita esse Estado de tantas belezas e contrastes – fotos: Ione Moreno

O objetivo do movimento é resgatar a autoestima dos filhos da terra e de quem habita esse Estado de tantas belezas e contrastes – fotos: Ione Moreno

Uma nova história começará a ser escrita no Estado a partir deste domingo (13). O jornal Amazonas EM TEMPO dá o pontapé inicial num projeto histórico e nunca antes realizado por um meio de comunicação local: “Amazonas, Terra da Gente”. O objetivo do movimento é resgatar a autoestima dos filhos da terra, como explica o superintendente do Grupo Raman Neves de Comunicação (GRN), Sandro Breval.

“Nós estamos, na verdade, criando uma causa de resgate de valores, autoestima e aspectos importantes da nossa terra, na gastronomia, cultura, na questão histórica e social, vai abranger tudo isso. E essa causa tem como principal mote o nosso compromisso com o nosso Estado e com a nossa gente. Nós, como amazonenses, temos a necessidade e o desafio de resgatar um pouco o valor que nós temos”, avalia Breval.

Mais do que levar informação com qualidade e responsabilidade, segundo o superintendente, o “Amazonas,Terra da Gente” reafirma o compromisso do EM TEMPO com a população local. Em um momento tão conturbado pelo qual passa o Brasil – em crise política, econômica e ética – o jornal quer se aproximar, discutir e defender os interesses da comunidade.

orla-sao-raimundo-ione-moreno

“Nós vamos buscar alternativas, não queremos ser atores, mas um indutor de uma discussão muito abrangente sobre grandes temáticas. Nós vamos chamar toda a sociedade civil organizada para discutir grandes temas. Acho que um meio de comunicação tem essa responsabilidade e esse desafio, dentro dessa grande causa, que é o resgate dos nossos valores e a ratificação do nosso compromisso com o desenvolvimento da nossa terra e com a nossa gente”, afirma.

O “Amazonas, Terra da Gente” estará presente no jornal, na TV e no portal durante quatro meses, com matérias especiais – sobre instituições, personalidades, gastronomia, pontos turísticos e históricos – que irão evidenciar a força, a capacidade e o talento dos amazonenses.

“Eu diria que até historicamente a gente vem perdendo um pouco essa autoestima de ser amazonense. Nós temos certo pudor em dizer que somos amazonenses. Temos que resgatar um pouco desse valor, desta essência. Esse movimento é inédito, nenhum meio de comunicação realizou esse tipo de trabalho aqui, e ele tem um aspecto: vem trazendo peças relacionadas as nossas coisas com uma leitura que ninguém fez ainda”, destaca o superintendente do GRN.

E se o objetivo é resgatar a autoestima, os valores e raízes do amazonense, não tem jornal melhor para liderar um movimento como esse do que o EM TEMPO, que com a cor verde estampa o nome “Amazonas” em suas capas diariamente. “Acreditamos que uma sociedade que valoriza suas raízes, conhece seus ativos e fortalezas tem mais capacidade de ser um agente transformador do seu próprio meio,” observa Sandro Breval.

Autoestima
De acordo com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), a Copa do Mundo e a escolha da capital para sediar o futebol nos Jogos Olímpicos em 2016 deixaram o Amazonas ainda mais em evidência. Segundo ele, o interesse pelas riquezas naturais da Amazônia cresce dia após dia, como é demonstrado em publicações semanalmente feitas por jornalistas que passam por aqui.

“É inegável que nossa cidade vem passando por transformações e se transformando em polo de atração turística. Mostrar nossas riquezas, gastronomia de gosto peculiar, cultura única, instituições que fazem o bem e personalidades, como o EM TEMPO se presta a fazer, vai nos ajudar a exercer ainda mais a principal vocação de nossa cidade: ser internacional. A terra é da gente, mas está aberta para abraçar o mundo”, salienta.

casaroes-largo-ione-moreno

Para o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, iniciativas com o objetivo de resgatar a autoestima dos amazonenses devem ser aplaudidas sempre, principalmente num momento conturbado pelo qual passa o país.

“Quero louvar essa iniciativa do EM TEMPO. Vejo que é um bom propósito para resgatar e reescrever as histórias das coisas boas que aconteceram e acontecem no Amazonas, que é uma terra acolhedora, um Estado multicultural, que abriga gente de outros Estados brasileiros e até de países. O Amazonas é uma terra boa”, destaca Azevedo.

Apesar de ser posto em segundo plano quase sempre pelo resto do país, o amazônida, conforme o presidente da Federação do Comércio do Estado do Amazonas (Fecomercio), José Tadros, deve ser orgulhar de fazer parte de uma região fundamental para a história do Brasil.

“Quero elogiar a iniciativa, porque nesse momento, principalmente, em que o país passa por uma crise econômica, social, ética, com um alto número de desemprego no Distrito, esse resgate é fundamental, até porque o amazonense tem que entender que ele é a grande figura desbravadora de um vasto território nacional que sempre foi desprezado pelo resto do Brasil”, enfatiza Tadros.

Amazonense fervoroso, ele acredita que as dificuldades impostas tanto pela natureza quanto pelos compatriotas brasileiros são motivos suficientes para que seus conterrâneos digam com orgulho que são filhos desta terra, livres de qualquer preconceito ou medo da opinião alheia. “O amazonense é forte, valente e corajoso. Essa autoestima deve ser preservada”.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir