Dia a dia

Amazonas registra mais de 300 incêndios no primeiro semestre de 2017

Sinistros de veículos são terceira maior causa de atendimentos feitos pelos Bombeiros no AM – Arthur Castro

No Amazonas, onde o clima quente é a tônica, a redução do número de incêndios é sempre uma boa notícia. Um total de 311 ocorrências de incêndios foram  registrados no primeiro semestre deste ano pelo Corpo de Bombeiros do Amazonas. O levantamento mostra, ainda, que no comparativo com o ano passado, houve uma redução de 18,37% no número de casos. Em 2016, o órgão registrou 381 incêndios.

Os casos de princípio de incêndio estão entre as ocorrências mais registradas em 2017, liderando a lista de atendimento, com 82 situações até o momento. Em seguida, aparecem os incêndios em casas, que alcançaram a marca de 63 casos no primeiro semestre. Logo depois, estão os sinistros em veículos, com 62 ocorrências.

Leia também: Dia dos Bombeiros: tragédias em Manaus revelam heróis da vida real

Ainda segundo o levantamento feito pela corporação, somente em área de vegetação urbana, os bombeiros atenderam, nos seis primeiros meses deste ano, 25 casos de queimadas. As manifestações de revolta pública realizadas na capital também geraram atendimento. De acordo com os dados, esse tipo de situação provocou 20 ocorrências neste ano.

Já os chamados para incêndios em apartamentos, estabelecimentos comerciais de pequeno, médio e grande porte, depósito, condomínio residencial, escola pública, fábrica ou indústria, hospital ou posto de saúde, lixo, prédio ou edifício, penitenciária, transformador de poste da rede elétrica e vazamento de GLP com fogo contabilizam 59 ocorrências.

Os dados da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) revelam que em 2017, no período de 1° de janeiro a 28 de maio, foram registrados 225 focos de calor. No mesmo período, em 2016, foram registrados 2.236 focos, o que corresponde a uma redução de 81,79%.

Prevenção

Bombeiros: prevenção em diversas frentes, com diversos parceiros – Divulgação

Segundo o Corpo de Bombeiros, o trabalho de prevenção contra incêndios, principalmente no interior do Estado, envolve voluntários que repassam orientações à comunidade, no intuito de sempre diminuir os casos de incêndios, principalmente no período de queimadas. A corporação ressaltou também que essas ações são realizadas algumas vezes em parceria com as prefeituras, que ajudam na capacitação desses voluntários.

Como reforço à ação de combate a possíveis queimadas neste segundo semestre, o Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (Bifma) do Corpo de Bombeiros, localizado no Parque Estadual Sumaúma, Cidade Nova, Zona Norte, servirá de base para treinamento de brigadas de incêndio em todo o Estado, além de manter medidas de conscientização ambiental.

O comandante do Bifma, capitão do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas José Wilson Pereira Gonçalves, disse que a ideia é manter os focos de calor no controle.

“O batalhão está preparado para atuar em áreas não só na Zona Norte, mas em todas as zonas de Manaus no que tange a incêndios florestais e também nos municípios do interior. Nesses municípios, são formadas as Brigadas de Incêndios Florestais para atuar na prevenção e combate aos incêndios florestais, em parceria com as prefeituras”, explica.

Entre os parceiros, estão o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, Defesa Civil do Estado, Polícia Militar do Amazonas (PMAM), as secretarias de Estado de Educação (Seduc) e de Saúde (Susam), Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além das secretarias municipais e conselhos do meio ambiente e de desenvolvimento rural.

As medidas de prevenções ocorrem também em prédios históricos e estabelecimentos comerciais instalados em construções antigas que serão intensamente fiscalizados nos próximos dias, devido a uma determinação do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

Gerson Freitas
EM TEMPO

Leia mais

Bombeiros realizam simulação de resgate de vítimas em Manaus

Bombeiros salvam idoso que sofreu ataque epilético em rua no Planalto

Corpo de Bombeiros localiza duas vítimas do acidente com lancha na Marina do David

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir