/* */
Cultura

Amazonas Filarmônica apresenta repertório eclético no Largo de São Sebastião

A orquestra interpreta o primeiro movimento, Allegro, da peça Eine kleine Nachtmusik – Divulgação

Neste sábado (11), a partir das 19h, o Largo de São Sebastião recebe a segunda edição do Encontro de Bateristas de Manaus. O evento terá a participação especial da Amazonas Filarmônica, um dos principais Corpos Artísticos do Amazonas.

Sob a regência de Marcelo de Jesus, a Filarmônica traz um repertório eclético, executando obras de compositores eruditos, como Wolfgang Mozart, Gioacchino Rossini e Georg Friedrich Händel, e contemporâneos, como John Williams, Oliver Adams e Ari Barroso, além de músicas de famosas bandas de rock, como Black Sabbath e Queen.

Repertório

De Mozart, Rossini e Händel, a orquestra interpreta o primeiro movimento, Allegro, da peça Eine kleine Nachtmusik (Uma Pequena Música Noturna, em alemão); a famosa Abertura da ópera Guillaume Tell; e o mundialmente aclamado coro Hallelujah do oratório O Messias, respectivamente.

Dos contemporâneos, a Filarmônica traz a famosa Marcha Imperial, composta por John Williams para a aclamada série de filmes Star Wars, além da peça Fight!, composta por Oliver Adams e Yoko Shimomura, com arranjo de Hugo Pinheiro. Nos clássicos do rock mundial, a Orquestra interpreta Smoke In The Water, da banda Deep Purple, Paranoid, de Black Sabbath, e We Will Rock You, da banda Queen.

Finalmente, chegando aos compositores brasileiros, a orquestra traz a música-símbolo do Brasil, Aquarela do Brasil, composta por Ari Barroso, com arranjo do Maestro Duda e de Gabriel Lima. Entra no repertório também a famosa canção amazonense Porto de Lenha, de Zeca Torres e Aldisio Filgueiras, e Brasileirinho, de Waldir Azevedo.

Filarmônica

Fundada no ano de 1997, a Amazonas Filarmônica se consagra atualmente como uma das principais orquestras do Brasil. Integrando os Corpos Artísticos do Amazonas, gerenciados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, durante os seus 20 anos de existência, a Filarmônica participou das 19 edições do Festival Amazonas de Ópera, além de realizar anualmente as séries Guaraná e Encontro das Águas. Tem como regentes os maestros Luiz Fernando Malheiro (principal), Marcelo de Jesus (adjunto) e Otávio Simões (assistente).

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir