Esportes

Amazonas deverá ter dois representantes na Série D

Técnico Zé Marco segue comandando os treinos do Princesa do Solimões para a Copa do Brasil e pode ficar para a Série D do Brasileirão – foto: Ione Moreno

Técnico Zé Marco segue comandando os treinos do Princesa do Solimões para a Copa do Brasil e pode ficar para a Série D do Brasileirão – foto: Ione Moreno

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deverá confirmar até amanhã, a participação do Princesa do Solimões, como o segundo representante do Amazonas na Série D do Campeonato Brasileiro de 2016. A possibilidade foi explicada ontem, pelo presidente da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Dissica Valério Tomaz. O Nacional, campeão estadual de 2015, já estava confirmado na competição.

“O Princesa do Solimões foi o indicado pela FAF por ter sido o vice-campeão do Estadual no ano passado. Como a CBF ampliou de 48 para 68 o número de clubes que vão disputar este ano a Série D, a vaga é do Princesa. Mas, essa informação só será confirmada oficialmente somente a partir de amanhã (hoje). Eu já comuniquei a decisão da federação ao diretor de futebol do Princesa, Rafael Maddy e eles confirmaram o interesse pela vaga”, afirmou Dissica.

O presidente da FAF ainda adiantou que, em virtude da contenção de despesas em um ano de crise econômica que também afeta o futebol, a primeira fase da Série D será regionalizada, e cada grupo terá quatro equipes entre dois campeões e dois vice-campeões de cada Estado da região Norte.

“As primeiras chaves da Série D do Campeonato Brasileiro serão regionalizadas, com a participação do campeão e do vice-campeão dos estados do Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Pará. É possível que cada grupo seja formado por dois campeões e dois vice-campeões de cada Estado. Existe a possibilidade do Nacional e Princesa do Solimões caírem no mesmo grupo, mas tudo isso está sendo avaliado pela CBF e deve ser definido oficialmente essa semana”, enfatizou o dirigente.

O diretor de futebol do Tubarão do Norte, Raphael Maddy, recebeu a notícia com entusiasmo e prometeu reforçar ainda mais a equipe que vai disputar este ano a Copa do Brasil, o Campeonato Amazonense e a Série D, caso a vaga realmente seja confirmada. Com a reforma do estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão em Manacapuru (a 87 quilômetros de Manaus), Maddy acredita que o Princesa vai ter o apoio da sua torcida no seu “caldeirão” para ir mais longe no Brasileirão.

“Na sexta-feira (18), eu recebi um telefonema do presidente da FAF, Dissica, perguntando como o time estava e se a gente estava pronto, porque havia surgido uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Eu disse que nós estávamos dando continuidade no trabalho com foco para a Copa do Brasil, Estadual e agora para o Brasileiro. Para nós foi um motivo de alegria, porque essa Serie D vai ser diferente para o Princesa do que foi em 2014, quanto tivemos que mandar os nossos jogos em Manaus, já que o Gilbertão estava em reforma. Só o fato de jogar em casa já nos motiva mais ainda. Sabemos que aqui em Manacapuru é muito difícil vencer o Princesa”, afirmou Maddy, que prometeu montar uma equipe forte.

O diretor de futebol do time da terra da ciranda confirmou que enquanto aguarda a confirmação oficial da CBF, o Princesa continua com a cabeça voltada para a Copa do Brasil, no qual enfrenta, no próximo mês, a Chapecoense. A expectativa da diretoria do Tubarão do Norte é que o duelo diante dos catarinenses seja realizado no estádio do Gilbertão, em Manacapuru, que segundo ele, já foi liberado pelos Bombeiros, faltando apenas o laudo da engenharia.

Por Augusto Costa

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir