Dia a dia

Amazonas apresenta redução no número de infectados pelo vírus HIV

O não uso de preservativos nas relações é um dos fatores que contribui para a maior contaminação dos jovens – foto: divulgação

O não uso de preservativos nas relações é um dos fatores que contribui para a maior contaminação dos jovens – foto: divulgação

O Amazonas registrou redução nos casos de HIV/Aids de janeiro a outubro deste ano, apesar de ainda estar no ranking como o segundo Estado com o maior número de pessoas infectadas pelo vírus, conforme  dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam). Foram 1.025 registros de pacientes contra 1.644 casos no mesmo período do ano passado. No total, o Estado registrou 13.534 casos de Aids de 1986 até outubro de 2014.

O maior avanço da doença ocorreu na transmissão da mãe para o filho na gravidez. Para reduzir o índice de crianças que desenvolvem a doença, a Susam lançou, nessa segunda-feira (30), duas medidas específicas para as maternidades. Uma é o Kit Maternidade,  com medicamentos de profilaxia para tratar o HIV.

Outra providência foi a implantação do selo de qualidade para incentivar as maternidades a atingir a meta de zerar casos de transmissão do HIV, durante o parto.

O selo ‘Viver sem HIV’ será reforçado pelo Boletim Epidemiológico de Aids e Sífilis 2015, um indicador da doença produzido pela Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, vinculada à Fundação de Medicina Tropical (FMT).

Conforme Pedro Elias, as ações de prevenção têm que ser realizadas desde o pré-natal, quando as grávidas começam a serem monitoradas, com a realização dos exames indicados para o diagnóstico da doença. “O combate a esse sistema de transmissão, que é de mãe para filho, precisa ter um projeto arrojado e efetivo. Esses cuidados não podem ser tomados somente na capital, por isso nossa preocupação de levar as novas medidas para o interior do Amazonas. Quanto maior a cobertura das ações nas unidades de saúde, maior será o resultado positivo e maior será a redução de casos da doença, principalmente entre as crianças”, afirmou.

Para reforçar a mobilização, a Susam promove, amanhã, das 8h às 15h, um teste rápido para HIV e exibição de vídeos educativos na FMT, localizada no bairro Dom Pedro, Zona Oeste. Nos dias 2,3 e 4, a Unidade Móvel Itinerante da FMT estará posicionada no centro da cidade, em frente ao Colégio Militar, para realizar a testagem. O atendimento será das 9h às 16h.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir