Dia a dia

Alvejado com dois tiros, após tentativa de assalto na Zona Leste, homem morre em hospital

A vítima foi levada ao HPS Platão Araújo, na Zona Leste, onde morreu - foto: Josemar Antunes

A vítima foi levada ao HPS Platão Araújo, na Zona Leste, onde morreu – foto: Josemar Antunes

Wellington Luiz Silva, que não teve a idade informada, morreu na tarde deste sábado (12), no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste, em consequência de ferimentos à bala, feitos pela polícia. O fato ocorreu por volta de 14h deste sábado (12).

O homem foi alvejada com dois tiros – nas regiões da barriga e costas – após se envolver em tentativa de assalto a um estabelecimento comercial situado na rua São Raimundo, na área conhecida como ‘Morro da Catita’, bairro Valparaíso, Zona Leste de Manaus.

Segundo informações de policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que atenderam a ocorrência, Wellington reagiu à abordagem policial e foi alvejado com dois tiros.

Na ocasião, a vítima ainda foi socorrida pela polícia e levada ao Platão Araújo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 15h.

O corpo de Wellington foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

Por Narel Desiree

2 Comments

2 Comments

  1. Dayanne schelzia

    13 de setembro de 2015 at 14:28

    #.. Que mentira sobre a matéria do Wellington tudo isso que os polícias falaram para os jornalista e inventado. O rapaz se escondeu com medo deles , não praticou nenhum assalto na rua são Raimundo pois todos os comerciantes que tem conhecem ele e nunca mecheu com os moradores tinha respeito por todos os moradores do bairro.
    Os próprios polícias que cometeram o crime cruel, se ele tava errado deveria ter apenas algemado e levado pra delegacia, mais não esses policias atiraram nele sem ele ter reagido, botaram ele na viatura ainda com vida dava tempo de ter chegado ao Platão e ser socorrido pois o horário do ocorrido foi 13:30 e o tempo que leva do bairro val paraíso para o hospital e apenas 10 minutos. Mais infelizmente o horário que chegaram com ele ai no hospital foi 15:00. O restante do tempo que eles tiverem foi pra tortura ele até a morte pois cortaram todas as mão dele quebraram as duas perna dele tudo isso ele já tinha levado 2 tiros e por fim quebraram o pescoço dele. Esses policias ganharam dinheiro pra fazer essa maldade toda. Ai fica a pergunta são esses bandidos vestido de farda da policia que protege a população dos bairros de Manaus ? Eles são piores que os bandidos.

  2. Dayanne schelzia

    13 de setembro de 2015 at 14:26

    #.. Que mentira sobre a matéria do Wellington tudo isso que os polícias falaram para os jornalista e inventado. O rapaz se escondeu com medo deles , não praticou nenhum assalto na rua são Raimundo pois todos os comerciantes que tem conhecem ele e nunca mecheu com os moradores tinha respeito por todos os moradores do bairro.
    Os próprios polícias que cometeram o crime cruel, se ele tava errado deveria ter apenas algemado e levado pra delegacia, mais não esses policias atiraram nele sem ele ter reagido, botaram ele na viatura ainda com vida dava tempo de ter chegado ao Platão e ser socorrido pois o horário do ocorrido foi 13:30 e o tempo que leva do bairro val paraíso para o hospital e apenas 10 minutos. Mais infelizmente o horário que chegaram com ele ai no hospital foi 15:00. O restante do tempo que eles tiverem foi pra tortura ele até a morte pois cortaram todas as mão dele quebraram as duas perna dele tudo isso ele já tinha levado 2 tiros e por fim quebraram o pescoço dele. Esses policias ganharam dinheiro pra fazer essa maldade toda. Ai fica a pergunta são esses bandidos vestido de farda da policia que protege a população dos bairros de Manaus ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir