Sem categoria

Altas temperaturas devem seguir até março em Manaus, prevê Inmet

A umidade mínima deve chegar a 69% e a máxima em 89%. Já a previsão de vento na região é de fraco a moderado, podendo alcançar 14 km/h - foto: Diego Janatã

A umidade mínima deve chegar a 69% e a máxima em 89%. Já a previsão de vento na região é de fraco a moderado, podendo alcançar 14 km/h – foto: Diego Janatã

As altas temperaturas registradas nos últimos dias, em pleno “inverno amazônico” devem continuar pelos próximos dois meses, conforme informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). De acordo com o órgão, as chuvas devem ocorrer em menor quantidade (volume), para o período.

Segundo o Inmet, a previsão climática indica chuvas abaixo da média para o trimestre janeiro, fevereiro e março 2016, devido a atuação do fenômeno climático El Niño. A configuração oceânica (aquecimento anômalo), acoplada às anomalias na circulação, ainda mantêm a atmosfera em condições desfavoráveis para a ocorrência de precipitação em grande parte da Amazônia Legal, além de contribuir para a elevação das temperaturas.

Durante esses três primeiros meses do ano, de acordo com o órgão, as temperaturas ficarão acima da média para o período. Fato este, que deve influenciar no nível das águas (cheia) dos rios da Amazônia.

A previsão no mapa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), mostra que a população manauense deve enfrentar nesta semana mais calor e tempo seco. O sistema do órgão indica que a temperatura entre hoje (19) até sexta-feira (22) deve variar de 28ºC a 38ºC.

Verão intenso

A umidade mínima deve chegar a 69% e a máxima em 89%. Já a previsão de vento na região é de fraco a moderado, podendo alcançar 14 km/h. Ainda segundo o mapa do Inpe, amanhã (20), pode ocorrer tempo nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas em algumas regiões do Amazonas. A sensação térmica ficará na casa dos 37ºC.

O meteorologista do Inmet, Gustavo Ribeiro, disse que ainda é cedo para afirmar se o forte calor registrado nesses últimos dias, pode ser um sinal de que o “verão amazônico” será intenso no Amazonas.

A meteorologista do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), Deydila Bonfim, acrescentou que o indicativo de manutenção do aquecimento anômalo das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial nos próximos meses sugere que o fenômeno El Niño continuará modulando o clima em grande parte da Amazônia.

Ainda de acordo com Gustavo o período considerado “chuvoso” na região que engloba Manaus, são os meses de dezembro a meados de abril, quando as temperaturas normalmente são mais amenas e popularmente chamam de “inverno amazônico”.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir