Eleições 2016

Aliado de Marcelo Ramos confirma apoio de Amazonino Mendes; imagem mostra ex-governador em comício

Sobre o apoio, Marcelo Ramos admite que fica verdadeiramente feliz pelo gesto do ex-governador - foto reprodução

Sobre o apoio, Marcelo Ramos admite que fica verdadeiramente feliz pelo gesto do ex-governador – foto reprodução

O vereador Francisco Jornada (PSD), aliado da coligação ‘Mudança para Transformar’, confirmou a participação do ex-governador Amazonino Mendes (PDT) na campanha do candidato à prefeitura de Manaus, Marcelo Ramos (PR), nestas eleições municipais. Desde esta terça-feira (18), pessoas com perfis nas redes sociais vêm compartilhando fotos em que Amazonino e Jornada realizam um comício a favor do prefeiturável. No início da campanha Mendes afirmou que permaneceria neutro na disputa.

De acordo com Jornada, não houve nenhum acordo para que Amazonino decidisse apoiar Marcelo. Segundo ele, como o ex-governador é um grande ícone político com uma história de sucesso como gestor, tinha que tomar uma decisão de apoiar um dos candidatos e, acabou optando em Marcelo Ramos (PR).

“Decidiu que vai dá um espaço para ele que representa a juventude, e que apresenta projetos muito bons. Nós já estamos com uma turnê e programando várias reuniões desde domingo (16)”, revelou.

Ainda de acordo com o vereador, Amazonino havia decidido apoiar Marcelo, há semana e, agora, vai estar em todas as reuniões para pedir voto. “Já estamos com alguns encontros para serem feitos, só vamos decidir os locais e horários para serem realizados”.

O PDT, que é a sigla em que o ex-governador é filiado, já havia esclarecido, no início deste mês, que neste segundo turno, não iria apoiar Marcelo (PR) ou Artur Neto (PSDB), que estão na disputa, para o cargo de prefeito. O presidente estadual do partido no Amazonas, Stones Machado, diz que respeita a disposição do Amazonino em apoiar Marcelo, mas que a decisão não é conjunta com o partido.

“O PDT respeita e liberou para que cada militante faça a sua opção e a sociedade também. Ele tem história na vida política. Então ele tem a total liberdade de fazer o que bem entende. O que ele não pode é usar a legenda, porque não apoiamos ninguém. A instituição não está nesse jogo eleitoral”.

Sobre o apoio, Marcelo Ramos admite que fica verdadeiramente feliz pelo gesto do ex-governador, o que considera uma demonstração de amadurecimento da política, em que pessoas se unem em torno de um projeto.

“Fico feliz por agregar tantas lideranças em torno de um projeto de mudança para a nossa cidade. Todos que acreditam que eu, com a minha história, com a minha independência e com a minha luta, sou o melhor para o futuro de Manaus serão bem-vindos. Ainda mais, alguém que o povo já fez prefeito, senador e governador. Isso só demonstra o amadurecimento da nossa candidatura e a união de forças que ela representa para o futuro de Manaus”, declarou.

Caso este apoio seja confirmado pelo próprio Amazonino Mendes, ele será mais uma autoridade, que integrará a formação de uma ‘mega aliança’ em torno da candidatura do Marcelo Ramos, que iniciou com o deputado federal, Alfredo Nascimento (PR) e, que teve a adesão do deputado federal, Pauderney Avelino (DEM) e do senador Omar Aziz (PSD), no primeiro turno.

Já no segundo, Marcelo recebeu o apoio do ex-deputado federal Francisco Praciano (PT) e aderiu as propostas dos ex-candidatos a prefeito, deputado estadual, Serafim Corrêa (PSB) e deputado federal, Silas Câmara (PRB), para tê-los como apoiadores. “Todos esses apoios significam muito para a cidade”.

A equipe do jornal EM TEMPO entrou em contato com os assessores de Amazonino Mendes, Celes Borges e major Otávio Cabral, para confirmar o apoio, mas todos afirmaram que não sabiam ou que não poderiam repassar qualquer informação desse tipo, sem autorização do ex-governador. Aproveitaram para adiantar, ainda, que não há previsão sobre uma declaração oficial do ex-governador.

Desde o início do período eleitoral, a nossa reportagem, buscou contato com o ex-governador Amazonino, para saber com qual candidato ele pretendia se coligar. Algumas informações indicavam que ele iria apoiar o deputado federal Hissa Abrahão, que integra a mesma sigla, o PDT. Porém, em declarações posteriores, Mendes afirmou que não se envolveria nas eleições municipais.

Diogo Dias
Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir