Dia a dia

Ajudante de pedreiro é morto durante tentativa de assalto na Zona Norte

O ajudante de pedreiro conversava com um amigo quando foi abordado por um suspeito – Daniel Landazuri

O ajudante de pedreiro Cledivaldo Martins Mourão, de 26 anos, foi morto com um tiro no peito na noite desta terça-feira (11), na rua Galileia, comunidade Jesus me Deu, na Zona Norte, durante uma tentativa de assalto.

Segundo uma testemunha que pediu para não ter o nome divulgado, Cledivaldo estava conversando com um amigo na varanda da quitinete onde morava quando um homem armado desceu de um carro modelo Gol, de cor vermelha, e abordou a vítima.

“O Cleidivaldo estava mexendo no celular, sentado de costas para a rua em cima de uma mureta da quitinete. Quando o homem chegou anunciando o assalto, ele se assustou e caiu, foi quando o assaltante deu um tiro nele e fugiu sem levar nada”, relatou a testemunha.

Ainda segundo a testemunha, o amigo de Cleidivaldo conseguiu correr e não ficou ferido. Mesmo ferido, o ajudante de pedreiro tentou correr para pedir ajuda, mas morreu logo depois, a metros de onde foi baleado.

Cleidivaldo era do Maranhão e a companheiro da pedreiro ainda procura pelos familiares dele no nordeste – Daniel Landazuri

“Ele era uma pessoa muito trabalhadora, não tinha problemas com ninguém, mataram ele por pura maldade”, lamentou a companheira da vítima que preferiu não ter o nome divulgado.

O corpo do ajudante de pedreiro foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Cleidivaldo era natural do Maranhão e morava com família de uma companheira há cerca de três anos. Além da mulher, a vítima deixa uma filha de 4 meses.

Daniel Landazuri
EM TEMPO

 

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top