Dia a dia

Ajudante de pedreiro é morto com golpes de barra de ferro após espancar grávida

mortoEmbriagado e sob efeito de entorpecentes, o ajudante de pedreiro Raimundo Leite Reis, 35, foi morto com golpes de barra de ferro após espancar e tentar esfaquear a companheira dele, a dona de casa Micaele Silva, 27, que está grávida de quatro meses. O crime ocorreu na rua Suíça, bairro Novo Mundo 2, Zona Leste.

A vítima ainda foi levada ao pronto-socorro João Lúcio, mas morreu na tarde da última quinta-feira (9). O principal suspeito do crime é o irmão de Micaele identificado como Deusdemis da Silva Farias, 42, segundo informações de familiares.
De acordo com Micaele, o companheiro começou a brigar com ela após vê-la conversando com um amigo dele. “Ele ficou enfurecido e começou a brigar e me bater no meio da rua. Meu irmão viu a cena e se armou com uma barra de ferro e, para se defender, o Raimundo pegou uma faca e os dois começaram a brigar”, relatou.

A dona de casa informou ainda que o irmão começou a desferir vários golpes de barra de ferro na cabeça do marido que caiu desmaiado. Após o crime, Deusdemis fugiu em seu veículo.

A sogra da vítima, a aposentada Maria Aucilene Silva, 58, afirmou que Raimundo era usuário de drogas, comercializava entorpecentes, e todas as vezes que estava drogado, ele espancava a companheira dele. “Toda vez era isso, ele a espancava quando estava bêbado e drogado. Dessa vez, o meu filho viu e defendeu a irmã, mas ninguém imaginava que ele ia morrer”, disse a sogra.

A aposentada relatou ainda que Raimundo estava cumprindo pena no regime semiaberto pelo crime de tráfico de drogas. “O meu filho só espancou o Raimundo porque ele levantou uma faca para matar a Micaele”, comentou.

Conforme a Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), a morte foi motivada por briga. Até a publicação desta matéria, o suspeito ainda não tinha sido preso.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir