Dia a dia

Ajudante de caminhão cai morto em olaria no Cacau Pirêra, após ser baleado

A vítima já entrou baleada em uma olaria e ainda chegou a pedir água, mas caiu morto antes mesmo de ter o peido atendido – foto: Ana Sena

A vítima entrou baleada em uma olaria, e ainda chegou a pedir água, mas caiu morta antes mesmo de ter o peido atendido – foto: Ana Sena

O ajudante de Caminhão Osiel Gomes Torres, 30, foi assassinado com o tiro no peito, por volta das 6h da manhã deste domingo (11). O crime aconteceu no ramal João-de-Barro, distrito de Cacau Pirêra, Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

Segundo testemunhas, a vítima entrou baleada em uma olaria no quilômetro 3 e ainda chegou a pedir água, mas antes mesmo de ter o peido atendido caiu morta no local.

Uma amiga da vítima, a lavadeira Tereza Pereira, 35, contou à reportagem que Osiel era usuário de drogas, fato confirmado pelo irmão dele, empresário Daniel Gomes, 40, confirmou.

Ela também disse que o homem foi visto ontem pela última por volta das 18h, saindo de casa, mas não sobre informar por onde teria passado a noite, ou o que teria acontecido nesse período.

Outra informação dá conta de que ele estaria cometendo furtos no local, e por isso foi baleado, mas esta versão não foi confirmada.

O irmão da vítima não acredita que Osiel estivesse devendo para traficantes, de modo que a motivação do crime, assim coimo a autoria, ainda é um mistério.

A polícia esteve no local, mas saiu sem falar com a reportagem. Até o momento da publicação desta matéria, a família ainda não havia registrado o Boletim de Ocorrência.

Por equipe EM TEMO Online

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir