Dia a dia

Água é cortada no Cidadão VI por três dias para suprir outro conjunto habitacional

Local está abandonado e conjunto sem água – Fotos: Adriano Augusto

Depois de passarem dois dias sem água, moradores do conjunto Cidadão VI, no bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus, descobriram que o racionamento ocorria devido a um manobra de técnicos da empresa Manaus Ambiental para levar água de outro local para o conjunto. Segundo um morador, a estação de captação que atende o Cidadão VI está desativada e abandonada.

“Estava voltando da missa quando avistei um funcionário da concessionaria. Decide parar e falar com ele para saber o real motivo da falta de água. Ele, muito educadamente, pediu para eu acompanhá-lo até os poços de captação de água do nosso conjunto. E, para minha surpresa, os dois poços estão desativados e depredados. Ele fez algumas ligações no telefone e saiu do Conjunto prometendo que ia desfazer a m* que seus colegas tinham feito”, contou o jornalista e morador Adriano Augusto Silva, 42.

Quadro de energia da estação de captação do conjunto está desligado

Na tarde desse domingo, uma equipe da concessionária esteve no conjunto habitacional para verificar o problema mas nada foi feito para a regularização do abastecimento.
“É um absurdo esse tipo de rodizio. Fecham as torneiras de uns para abrir de outros. Todos devem ter o serviço fornecido na sua totalidade. A empresa não pode atender uma região e deixar a outra desassistida. Eles estão tentando tapar o sol com a peneira”, desabafou o morador.

Contatada por telefone, a assessoria de imprensa da Manaus Ambiental prometeu acionar uma equipe para ir ao local estudar o problema. Porém, esse acionamento não ficou definido quando seria.
Já a Agência Reguladora de Serviços Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), responsável por fiscalizar a concessionária de águas da cidade, não emitiu posicionamento devido tanto seu diretor, quanto a assessoria de imprensa do órgão estarem com os telefones “fora da área de serviço”.

Funcionário da Manaus Ambiental revelou o problema para moradores, que ficaram revoltados

O conjunto Cidadão VII possuiu  622 unidades habitacionais, segundo informações à época de sua inauguração, em dezembro de 2009.

Gerson Freitas
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top