Sem categoria

Agentes de endemias reclamam de atraso em benefícios e fazem manifestação

Segundo o agente Benenias Souza, a falta do vale-alimentação é o que mais preocupa a categoria - foto: Diego Janatã

Segundo o agente Benenias Souza, a falta do vale-alimentação é o que mais preocupa a categoria – foto: Diego Janatã

Aproximadamente cem agentes de endemias do Distrito Norte (DizaNorte), realizaram uma manifestação,  na manhã desta segunda-feira ,  pedindo o pagamento de alguns benefícios trabalhistas que estão atrasados.  O ato ocorreu na avenida Max Teixeira, no bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Segundo o agente Benenias Souza, a falta do vale-alimentação é o que mais preocupa a categoria, que trabalha diariamente nas ruas e precisa se alimentar corretamente.

“Precisamos da alimentação porque passamos o dia na rua. Já não temos vale-transporte e agora sem alimentação vai ficar muito mais difícil. Essa não é a primeira vez que eles atrasam o pagamento da nossa alimentação. Isso começou em janeiro deste ano, mas antes tudo era pago normalmente”, contou.

Além da falta do vale-alimentação e transporte, os trabalhadores reclamam da revisão do piso salarial, que de acordo com eles, vem sendo repassado de forma incorreta. “Hoje, o nosso salário é abaixo do mínimo, como determina a lei. Recebemos R$ 636.16, sendo que a lei 12.994, Decreto nº 8.474, de 22 de junho de 2015, determina que o benefício seja de R$ 1.014. Até hoje esse decreto não foi cumprido, já está mais que na hora de rever isso”, destacou.

Benenias disse ainda que a categoria luta ainda pelo aumento data base 2015, que deveria ter sido feita antes do mês de maio, prazo máximo para o reajuste salarial dos agentes, mas que ainda não aconteceu. Caso nenhuma dessas reivindicações sejam atendidas pelos próximos dias, os servidores afirmam que as atividades serão suspensas por tempo indeterminado.

Em nota, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informou que não há atraso nos salários dos agentes de endemias e  que, segundo a diretriz do Governo do Amazonas, os reajustes salariais estão suspensos por conta dos impactos da crise econômica brasileira nas finanças estaduais. Sobre o atraso do crédito do cartão de ticket do mês de setembro, o órgão informou que o processo está aguardando a liberação do recurso junto a SecretariaEstadual de Fazenda (Sefaz).

Por Michelle Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir