Política

Aécio afirma que Dilma terá “dificuldades” para concluir mandato

Reeleito para um mandato de dois anos à frente do maior partido de oposição do país, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou neste domingo (5) que a presidente Dilma Rousseff deve ter “dificuldades” para concluir o atual mandato.

“O que eu vejo, curiosamente, é que alguns partidos que hoje apoiam o governo têm esse sentimento, até mais aflorado do que o nosso, de que ela terá dificuldades para concluir o seu mandato”, afirmou ao final da convenção nacional da legenda. Ele negou, no entanto, ter conversado com emissários do PMDB, cujo presidente é o vice Michel Temer, sobre eventual saída de Dilma.

Aécio alegou que hoje há um “sentimento de vácuo” sobre o governo federal, mas reforçou que a intenção do PSDB não é dar um golpe na atual administração. “Não cabe ao PSDB antecipar a saída da presidente da República. Não somos golpistas. (…) O desfecho dependerá muito mais da força dessas instituições – Ministério Público, Tribunal de Contas, tribunal eleitoral e poder Judiciário como um todo – do que da ação do PSDB”, informou.

Ele ponderou, no entanto, que o partido é a legenda “mais preparada” para assumir o comando do país e “corrigir os equívocos desse governo”.

 

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir