Dia a dia

Adolescente que matou ‘colega’ a facadas e decepou dedos em Manacapuru diz não estar arrependido

À polícia, o adolescente informou que matou Guilherme após uma discussão, devido a suposto assalto que eles estariam planejando - foto: divulgação

À polícia, o adolescente informou que matou Guilherme após uma discussão, devido a suposto assalto que eles estariam planejando – foto: divulgação

Um adolescente de 15 anos foi apreendido no início da manhã desta terça-feira (26), no beco do Boto, bairro Terra Preta, em Manacapuru (a 69 quilômetros de Manaus), suspeito de ter matado a facadas o também adolescente Guilherme Corrêa de Oliveira,14.

Guilherme Corrêa, que estava desaparecido desde a noite do último domingo (24), foi encontrado na tarde de ontem, em um terreno baldio, atrás de um posto de gasolina, com várias perfurações de faca pelo corpo e com dois dedos decepados.

De acordo com o sargento Silva, da Força Tática do município, o rapaz foi detido após denúncia feita via 190, informando que o rapaz estaria andando pelo beco, mostrando os dedos da vítima, o que teria chamado a atenção da população.

“Após a denúncia, formos ao local. Uma equipe foi em um carro descaracterizado, para não levantar suspeitas e cercamos a área. No momento que ele percebeu a presença da polícia, tenteou fugir, mas foi capturado. Questionamos ele sobre o crime e ele confessou e disse que não está arrependido”, contou o sargento.

À polícia, o adolescente informou que matou Guilherme após uma discussão, devido a suposto assalto que eles estariam planejando.

“Ele falou que houve uma discussão entre eles, devido a esse assalto que estavam planejando. Durante a briga, a vítima tentou esfaqueá-lo, mas ele conseguiu pegar a faca e matou o Guilherme”, finalizou o sargento Silva.

O titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, João Batista, informou que já solicitou a transferência do adolescente para a capital e está aguardando a decisão da promotoria do município.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir