Sem categoria

Adolescente morre ao ingerir veneno para rato no lugar de remédio para dor

O adolescente ficou durante 17 dias internado na unidade hospitalar antes de morrer – foto: Arthur Castro

O adolescente ficou durante 17 dias internado na unidade hospitalar antes de morrer – foto: Arthur Castro

O estudante André Oliveira da Costa, 15, morreu na tarde do último sábado (31) no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, situado na Zona Leste da capital. O adolescente ficou durante 17 dias internado na unidade hospitalar após ter tomado veneno para rato ao invés de remédio para dor de cabeça.

Conforme relatos da mãe da vítima, Lúcia Silva de Oliveira, 38, após chegar em casa no último dia 14, ela encontrou o rapaz passando mal, com sintomas de convulsão e soube que André teria ingerido acidentalmente o veneno após confundir o líquido, armazenado em um frasco de vidro sem identificação, com dipirona. A responsável pelo adolescente explicou que mantém em sua residência veneno para ratos em líquido e pó.

Socorrido pela mãe, o jovem foi levado para o Serviço de Pronto-Atendimento (SPA), no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste, onde foi entubado e logo em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HPS João Lúcio. O adolescente, que tinha entrado em coma, chegou a acordar e movimentar os olhos, entretanto, não correspondia com movimentos corporais.

Conforme o registro do Instituo Médico (IML), o adolescente sofreu de falência múltipla dos órgãos por conta do envenenamento e faleceu às 16h30. Os pulmões e rins do jovem teriam paralisado.

Por Cecília Siqueira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir