Dia a dia

Adolescente mata colega em abrigo mantido por representante dos Direitos Humanos da OAB

Epitácio Almeida (centro), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Divulgação

Na madrugada desta quinta-feira (18), um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de matar o ajudante de pedreiro Felipe Pinheiro Galdino, 24. Os dois eram internos de um abrigo social que pertence ao presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil do Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida. A instituição fica no conjunto Vivenda Verde, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

De acordo com Epitácio, os dois internos retornavam para o abrigo em um ônibus após um culto de uma igreja evangélica, no bairro José Bonifácio. Durante o trajeto os dois teriam discutido e o adolescente teria sido agredido pelo ajudante de pedreiro.

“Infelizmente foi uma fatalidade, uma discussão banal. O adolescente, depois de receber o murro, guardou o rancor no coração e esfaqueou a vítima quando chegaram no abrigo”, contou Epitácio Almeida.

Epitácio explicou ainda que mantém o trabalho social desde 2004, com o objetivo recuperar jovens e adultos, moradores de ruas e usuários de drogas, e que seria a primeira vez que um caso desse aconteceu.

“Fazemos esse trabalho de resgates de vidas, o abrigo funciona na minha propriedade. Nunca tivemos esse tipo de problema, pelo contrario, já tivemos muitos exemplos de recuperação, pessoas que hoje estão bem sucedidas e que passaram pelo abrigo. Estamos todos tristes, a própria mãe da vitima, no momento que registrou o caso, abraçou e perdoou o suspeito aqui na delegacia”, lamentou Epitácio.

Após ser esfaqueado, Felipe foi socorrido e levado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do conjunto Campo Sales, onde não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 3h45. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

O adolescente, após cometer o crime, teria fugido do abrigo, mas foi capturado horas depois por policias militares da  20ª Companhia Interativa de Policia (Cicom). O jovem foi encaminhado para Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai), onde deve aguardar pelo procedimentos cabíveis.

Daniel Landazuri
EM TEMPO

 

1 Comment

1 Comment

  1. Nunes rodrigues

    18 de maio de 2017 at 20:06

    Quero ver agora o Sr Dr Epitácio representante do direito dos manos assumir a responsabilidade e indenizar a família….ja aconteceu dentro de uma instituição de sua responsabilidade…quero ver assumir…hipocrisia !!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top