Política

TJAM nega pedido para rever condenação de ex-prefeito de Coari

Ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, responde a mais de 40 processos na justiça, entre eles o de exploração sexual infantil - foto: Alberto César Araújo

Ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, responde a mais de 40 processos na justiça, entre eles o de exploração sexual infantil – foto: Alberto César Araújo

O ex-prefeito Do município de Coari, Adail Pinheiro (PRP), que teve seu mandato cassado após várias condenações alcançou mais uma perda na manhã desta terça-feira (12), com a rejeição unânime pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) ao recurso que fez pedindo revisão da condenação pelo crime de improbidade administrativa.

Adail, que se encontra preso no Comando de Policiamento Especializado (CPE), no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, havia entrado com recurso junto ao TJAM, para rever um dos processos quando foi prefeito do município de Coari, mas teve o voto de todo o colegiado rejeição. Com essa derrota, o prefeito cassado ainda pode recorrer uma última vez do mesmo processo às instâncias superiores, Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou Supremo Tribunal Federal (STF).

Adail que responde a mais de 40 processos na justiça está sendo investigado também, de mesmo após afastado do cargo, continuar recebendo o salário de gestor, no valor de 26 mil reais mensais.

O recebimento indevido de salários ainda está em fase de investigação, sendo apurado juntamente com as denúncias contra o vereador Iranilson Medeiros (DEM), sobre ele ter cometido fraude ao acusar o atual prefeito do município, Raimundo Magalhães (PRB), sob a autoridade do grupo de apoio jurídico, subordinado à Subprocuradoria para Assuntos Jurídicos, no MPE.

TCE no município

A comissão de inspeção do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) está na Prefeitura Municipal de Coari para investigar toda estrutura financeira do município. Ontem, a comissão se reuniu com o prefeito Raimundo Magalhães, os secretários do município e o Procurador Geral de Coari André Luiz Faria de Oliveira. A comissão é formada é coordenada pelo secretário-geral de Controle Externo do TCE, Pedro Augusto Oliveira da Silva, pelo diretor da área de Administração Direta, Lourival Aleixo, e pela diretora da área de Admissões e Pessoal, Holga Naito. A inspeção foi solicitada pelo prefeito de Coari ao presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Josué Filho. A comissão chegou em Coari na tarde desta terça-feira e como primeira atividade está ouvindo o prefeito, os secretários do município e o procurador geral, para saber quais são as principais dificuldades técnicas encontradas para regularizar os procedimentos administrativos.

“O prefeito pediu ajuda para que o tribunal orientasse seus técnicos que estão fazendo um levantamento na documentação que ele conseguiu resgatar e assim seja possível regularizar os procedimentos administrativos. Vamos ajuda-lo tecnicamente, como por exemplo, fazer a verificação na folha de pagamento, dos processos administrativos como contratos, convênios, pagamento dos prestadores de serviço”, explicou o secretário geral de Controle Externo antes de sua ida a Coari, Pedro Oliveira

 

Por Helton de lima Equipe EM TEMPO

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir