Dia a dia

Acusado de homicídio é preso por uso de documento falso e adulteração de veículos

Suspeito é também acusado de homicídio -Foto: Divulgação

Um homem identificado como Raifran de Souza Soares, de 22 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (12), por uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículo, na rua Lago do Uatumã, loteamento Riacho Doce, bairro Cidade Nova, zona Norte da capital.

De acordo com o delegado Jeff David Mac Donald,  a equipe de investigação da unidade policial chegou até o infrator após denúncias, onde haveria  movimentação ativa de tráfico de drogas no loteamento Riacho Doce.

Leia também: Irmãos sofrem duplo homicídio no São José e polícia acredita em ‘acerto de contas’

“Observamos, no local indicado, algumas pessoas em atitude suspeita. Ao abordarmos o infrator, que estava em uma moto, notamos que ele apresentou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) falso, pela textura do documento. Foi quando constatamos que o documento da motocicleta apresentado por Raifran não havia sido expedido pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran)”, explicou o titular do 6º DIP.

Conforme o delegado, o proprietário da moto legalizada foi localizado e relatou que teve a moto roubada no dia 23 de junho deste ano, no bairro São José, zona Leste da capital. A vítima reconheceu Raifran como sendo um dos quatro autores do roubo. Além disso, o selo da placa clonada pertencia a um carro que foi furtado no ano passado.

Acusado de Homicídio: 

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), consta que Raifran de Souza Soares, responde por  homicídio na 1ª Vara do Tribunal do Júri. Os homicídios aconteceram no dia 27 de janeiro deste ano, na Rua Itaguaruna, Conjunto Francisca Mendes, segunda etapa do bairro Cidade Nova, zona Norte da capital, tendo como vítimas Adailson Sarmento Picanço, de 22 anos, conhecido como “Marreta”, e Medson Ferraz da Mata, que tinha 24 anos.

Leia mais:

Vítima de roubo encontra o próprio celular na OLX; polícia faz armadilha e prende suspeito

Preso acusado de ser mandante do assassinato de técnica de enfermagem

Operação Maus Caminhos: mais oito empresas são denunciadas por crime de peculato

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir