Política

Acusada na Lava Jato, OAS contratou reforma em triplex de Lula, diz revista

A empreiteira OAS, acusada de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, contratou reformas feitas em apartamento triplex cuja opção de compra pertence à família do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, segundo informou a revista ‘Veja’ na edição deste sábado (3).

A reportagem aponta que documentos sobre as obras feitas no imóvel, situado na cidade do Guarujá, litoral paulista, mostram que a OAS contratou uma empresa de engenharia especializada em reformas de alto padrão para executar benfeitorias no apartamento, como a instalação de um elevador privativo, em 2014.

Segundo a publicação, Lula visitou o imóvel, avaliado em R$ 2,5 milhões, algumas vezes. O ex-presidente e a mulher, Marisa Letícia, adquiriram em 2005 a opção de compra do imóvel que à época estava em construção pela Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo).

Em 2009, o empreendimento foi assumido pela construtora OAS, que terminou a construção do edifício.
O condomínio onde fica o triplex é constituído por duas torres com quatro unidades por andar e é localizado na avenida da praia das Astúrias, no Guarujá. O apartamento da família Lula fica no 16º andar, tem área de 297 m² e possui elevador privativo entre o primeiro e o terceiro andar, sala com varanda e uma piscina de 3 m x 4 m e 80 cm de profundidade.

Outro lado

A assessoria do Instituto Lula afirmou que o ex-presidente não é dono do imóvel citado na reportagem. Segundo o instituto, a mulher de Lula, Marisa Letícia, adquiriu uma cota do apartamento, mas o casal não chegou a concluir o negócio e, portanto, o empreendimento ainda é da OAS.

Assim, de acordo com a assessoria do instituto, logicamente caberia à empreiteira arcar com qualquer tipo de custo referente ao apartamento, inclusive uma eventual reforma.

“O ex-presidente não é dono do imóvel citado nas reportagens”, concluiu.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir