Política

Acordo entre Comissão da Propaganda e CICC vai possibilitar maior fiscalização na campanha eleitoral

Fiscalizacao-Campanha-Divulg

A juíza Lídia Frota falou que já começaram a receber inúmeras denúncias de propagandas antecipadas – foto: divulgação

A Comissão de Fiscalização da Propaganda Eleitoral, coordenado pelas juízas Lídia Frota e Careen Fernandes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), concretizou, ontem, a parceria com o Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC), por meio do Coronel Oliveira Filho e do secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, para utilização de equipamentos e tecnologias para fiscalização da propaganda eleitoral, por meio das câmeras de segurança existentes na cidade, inclusive a utilização de serviços móveis.

Segundo Lídia Frota, a intenção é utilizar as câmeras para identificar irregularidades na propaganda eleitoral, com o intuito de reforçar e trazer garantia nas fiscalizações diárias. “Utilizamos desse recurso nas eleições de 2014, porém, apenas nos dias da votação, na verificação do derramamento de santinhos na frente dos colégios e locais de votos. Agora essa parceria é ampliada para o dia a dia da propaganda e a nossa finalidade é colocar permanentemente pessoas da comissão dentro do ambiente das câmeras, para que elas possam identificar com mais propriedade essas irregularidades e acionar as equipes que estejam nas ruas”, disse.

Será utilizado também o recurso móvel, com viaturas que possuem câmeras, para que possam acompanhar os comícios, as carreatas, passeadas e os principais locais onde a propaganda se desenrola e apresenta problemas, como as rotatórias do Mindu e do Coroado. “Os nossos recursos humanos são limitados na equipe da propaganda, e por meio dessas soluções tecnológicas nós vamos conseguir deslocar alguém da comissão para ir em locais mais longe, identificando com precisão por meio dessas imagens, possíveis ocorrências e até mesmo crime eleitoral”, ressaltou Lídia.

Propagandas antecipadas

A juíza Lídia Frota destaca que as propagandas eleitorais só irão começar a partir do dia 16 deste mês, mas que a comissão vem recebendo muitas denúncias de propagandas antecipadas sendo ajuizadas por candidatos e coligações nas redes sociais. “Tanto eu como a doutora Careen Aguiar estamos proferindo decisões e aplicando multas”.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir