Dia a dia

Ações promovidas pela Lacc beneficiaram mais de 100 mil pessoas no Amazonas

A expectativa é que neste ano, o quantitativo seja superado por meio da ampliação do trabalho da ONG - foto: divulgação

A expectativa é que neste ano, o quantitativo seja superado por meio da ampliação do trabalho da ONG – foto: divulgação

As ações da Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc) alcançaram, no último ano, mais de 100 mil pessoas, que de alguma forma foram auxiliadas pela entidade de cunho filantrópico. Entre elas, estão pacientes oncológicos em tratamento em Manaus e seus familiares, parte deles oriunda do interior e até de estados vizinhos. A expectativa é que neste ano, o quantitativo seja superado por meio da ampliação do trabalho da ONG, assegura o presidente da entidade, advogado Hildeberto Dias.

Os recursos empregados nas ações, segundo Dias, foram doados, na maior parte, pela sociedade, por meio do call center da Lacc (2101-4949 e 2101-4900). Uma das principais medidas de apoio social financiada pela ONG é o pagamento de aluguéis para pacientes que necessitam de atendimento na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e que não tem onde ficar. Em um ano, 242 famílias foram beneficiadas, a maior parte, por mais de um mês.

“Cada família demanda R$ 300 ao mês quando está hospedada. Nossa intenção é acolher esses pacientes na sede da Lacc, inaugurada em 2015, no bairro Dom Pedro, e que além de hospedaria, conta com a estrutura adequada para os pacientes, com sala de curativo, refeitório, sala de fisioterapia, entre outros. Mas para isso, precisamos aumentar nossa arrecadação em cerca de R$ 100 mil”, explicou.

A Lacc também custeia e distribui diariamente, em torno de 300 lanches na FCecon a pacientes que aguardam por atendimento ambulatorial e tem um espaço fixo na unidade hospitalar, na qual atua também com o transporte de pacientes de seus domicílios até a instituição. São quatro viagens ao dia, totalizando 240 pessoas transportadas ao mês.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir