Dia a dia

Ações de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes são reforçadas em Manaus

Outras atividades irão acontecer pela cidade até sexta-feira (20), promovendo o debate sobre o assunto e a conscientização   com o tema "Calar é permitir, falar é combater" - foto: Joandres Xavier

Outras atividades irão acontecer pela cidade até sexta-feira (20), promovendo o debate sobre o assunto e a conscientização com o tema “Calar é permitir, falar é combater” – foto: Joandres Xavier

A data de hoje, 18 de maio, marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. O primeiro evento de abertura aconteceu na tarde desta quarta-feira (18), na Praça do Congresso, Centro, com apresentações culturais e abertura do debate feita pelas instituições responsáveis pela causa.  Outras atividades irão acontecer pela cidade até sexta-feira (20), promovendo o debate sobre o assunto e a conscientização   com o tema “Calar é permitir, falar é combater”.

A mobilização é realizada pela Secretaria de Estado de Justiça,  Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).  De acordo com a titular Graça Prola,  no ano passado  foram registrados 918 casos de violência sexual contra a criança e o adolescente,  com predominância para estupro de vulnerável.  De 2014 para 2015 houve uma redução de 14% nos casos no Amazonas.  A vara de justiça especializada nesses casos mantém hoje ainda 1.909 processos em andamento.  Segundo ela, a maioria dos casos acontece dentro do ambiente familiar,  e os agressores ainda são em maioria parentes próximos.

A programação continua nessa quinta-feira (19) com ‘Cinema na Rua’ que acontece na Praça de Alimentação do bairro Jorge Teixeira 3,  a partir das 19h. E já na sexta-feira (20), acontece o 1° Pedágio Educativo,  que nada mais é do que atos públicos que serão realizados para promover a conscientização da população sobre o tema levando para as ruas,  em cinco pontos distintos de Manaus –  no Posto 700, na avenida Djalma Batista; no Boulevard, próximo ao cemitério São João Batista;  na avenida André Araújo, em frente o Fórum Henock Reis;  no Terminal de Integração 3, no Cidade Nova e na Rotatória do Produtor, na Zona Leste.

Para denunciar abusos sexuais contra crianças e adolescente ligue no Disk 100.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir