Dia a dia

Abrigos são reformados em várias zonas da cidade

Recuperação de abrigos melhora o aspecto visual da cidade, além de oferecer conforto aos usuários de ônibus - foto: Ione Moreno

Recuperação de abrigos melhora o aspecto visual da cidade, além de oferecer conforto aos usuários de ônibus – foto: Ione Moreno

Ao menos 500 abrigos de ônibus em todas as zonas de Manaus devem ser reformados em um prazo de até 120 dias, conforme informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). De acordo com o órgão, as reformas das paradas de ônibus, no estilo colonial, com telhas de barro, iniciaram nesse segundo semestre, e contemplam os bairros da Cidade Nova, Flores, Lírio do Vale, São Raimundo e Parque 10 de Novembro.

Somente no Parque 10 de Novembro, aproximadamente 20 pontos de ônibus já estão em reforma. Na avenida Max Teixeira, na Cidade Nova, Zona Norte, as obras estão em andamento. Todas as paradas com telha de barro foram destelhadas para receber os reparos de recuperação da estrutura, cobertura, iluminação, pintura, piso e assentos. Os primeiros pontos de ônibus em reforma nesses bairros citados têm o prazo estimado de 30 dias para serem concluídos.

De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), desde que a programação de recuperação dos abrigos iniciou, diversos espaços já foram reformados, porém o órgão não soube precisar o total. Para dar mais agilidade aos serviços, as ações foram divididas em quatro lotes, ampliando as frentes de trabalho, que estarão sendo executadas simultaneamente.

O primeiro lote cujo o valor licitado foi de R$ 1.115.028,89, beneficia os bairros: Coroado, Puraquequara, Colônia Oliveira Machado, São José, Tancredo Neves, Cidade de Deus, Armando Mendes, Ouro Verde, Coroado, Zumbi, Conjunto Cidadão, Gilberto Mestrinho, Jorge Teixeira, Nova Floresta, Jardim Mauá, Nova Cidade, Nossa Senhora de Fátima, Parque das Garças, Cidade Nova e Amazonino Mendes.

O segundo lote no valor de R$ 1.263.345,58 contempla os bairros: Cachoeirinha, Japiim, Educandos, Jardim Mauá, Colônia Oliveira Machado, Distrito Industrial, Petrópolis, São Francisco, Adrianópolis, Crespo e Raiz. O terceiro lote no valor de R$ 1.092.319,11 contempla os bairros: Parque das Laranjeiras, Flores, Chapada, Compensa, Tarumã, Ajuricaba, Campos Elíseos, Lírio do Vale, São Raimundo, Parque 10, Santo Antônio, São Geraldo, Planalto, Redenção, Hiléia, Versalles, Santa Bárbara, Dom Pedro, Alvorada, Campos Sales, Santo Agostinho e Parque Riachuelo.

Já o quarto lote no valor R$ 1.231.248,06 favorece os bairros: Santa Etelvina, Cidade Nova, Novo Israel, Nova Cidade, Monte das Oliveiras, Manôa, Tarumã, Terra Nova e Conjunto Cidadão 5.

Além da recuperação das 500 paradas de ônibus, a Prefeitura também deverá fazer a implantação de 200 novos abrigos do tipo telha de barro, em zonas da cidade, onde a demanda de abrigos é maior. O projeto elaborado pela SMTU foi encaminhado à Seminf, para ajustes na composição de custos e, posteriormente, ser licitado.

Por Michelle Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir