Dia a dia

Abrigo Moacyr Alves recebe camisa autografada pela seleção brasileira; entidade vai leiloar o artigo

Abrigo Moacyr Alves recebeu uma camisa autografada pelos atuais titulares da Seleção Brasileira de Futebol - foto: Diego Janatã

Abrigo Moacyr Alves recebeu uma camisa autografada pelos atuais titulares da seleção brasileira de futebol – foto: Diego Janatã

Em uma manhã de grandes emoções, a direção do abrigo Moacyr Alves e as 54 crianças com deficiências múltiplas que lá moram, receberam das mãos dos ex-jogador da seleção brasileira Edmilson Moraes e do coordenador social da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Diogo Alves, uma camisa autografada pelos atuais titulares da seleção.  A entrega ocorreu na manhã desta segunda-feira (5), na sede da entidade.


Bastante emocionada com o gesto, a diretora da entidade, Claudete Ciarlini, disse que o presente será leiloado.

“Nós iremos realizar em breve um evento para anunciar um leilão desta camisa. Ainda levará um tempo para organizar, porque queremos fazer a nível nacional. Iremos fazer um movimento bem grande mesmo, porque não é todo dia que nós recebemos um prêmio desse. Essa camisa autografada pelos jogadores da seleção veio em boa hora, devido as dificuldades enfrentadas por nós, que não são cobertas. Essas ações sociais fazem toda a diferença. Quando recebi a ligação falando da escolha do abrigo para receber a camisa, dei pulos de alegria”, disse.

Já o ex-jogador da seleção Edmilson falou que ultimamente a CBF vem realizando esse tipo de trabalho e que Manaus é a segunda cidade a receber a doação da camisa autografada.

“Procuramos buscar locais que tenham um trabalho diferenciado. Não viemos aqui fazer só midiatismo, também estamos passando um pouco de experiência de vida, não só minha, mas dos coordenadores sociais da CBF. Ficamos felizes em poder participar desses projetos sociais. É gratificante conhecer pessoas que tem carinho e amor por essas crianças. Esperamos que esse leilão realmente arrecade fundo para que esse projeto não morra e seja cada dia mais vivo”, explicou.

O coordenador social da CBF, Diogo Alves destacou que a confederação mapeou algumas instituições e dentro todas as avaliadas, Moacyr Alves foi escolhida a receber a camisa autografada, por sua história, de luta e de cuidado com as crianças portadoras de deficiência múltiplas. Ele frisou que esse é um projeto batizado como ‘Seleção na minha cidade’, que realiza várias ações sociais nos locais onde a seleção passa, entre workshop e curso de formação para fisioterapeutas, médicos e principalmente de futebol.

“Isso é uma maneira que nós achamos de ajudar essas entidades de arrecadar fundos para manter as atividades. Além disso, fizemos a doação de 20 ingressos para o jogo da seleção, realizado amanhã, para que crianças e os funcionários prestigiem o evento. Esse é um momento de muita alegria e de aprendizado também. É uma satisfação contribuir um pouco com o trabalho do Moacir Alves. Essa camisa representa cada um jogador da seleção e cada um funcionário da CBF”, declarou.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir