Cultura

Aberto ao público, velório de Fernando Brant reúne fãs no Palácio das Artes

O velório do músico e compositor Fernando Brant, que morreu nessa sexta-feira (12), em Belo Horizonte, acontece desde as 9h da manhã deste sábado (13), no Palácio das Artes. A cerimônia deve durar até às 16h, e depois o corpo será levado para o Cemitério do Bonfim, onde será enterrado.

Segundo a segurança do Palácio das Artes, mais de 150 pessoas já passaram pelo velório, que é aberto ao público.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) é uma das presenças confirmadas. Em uma rede social, escreveu: “Estou chegando em Belo Horizonte para trazer meu abraço de despedida ao querido amigo, grande poeta e grande brasileiro Fernando Brant”.

Brant foi um dos fundadores do Clube da Esquina e um dos maiores parceiros de composição de Milton Nascimento.

Nascido em Caldas, no sul de Minas Gerais, em 1946, o músico se uniu nos anos 60 a Milton, Lô Borges, Márcio Borges, Wagner Tiso Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Paulo Braga para formar o Clube da Esquina, movimento musical que misturava elementos da bossa nova, do jazz e do rock.

Entre suas canções mais conhecidas na voz de Milton estão “Travessia”, “Maria, Maria”, “Planeta Blue”, “Promessas do Sol” e “Canção da América”, entre outras.

O músico deixa mulher, duas filhas, um filho de criação e dois netos.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir